Publicidade

quinta-feira, 5 de abril de 2012 Miami, Negócios | 09:12

Giraffas – cadeia de fast-food brasileira – vai investir mais de R$35 milhões na Flórida nos próximos cinco anos

Compartilhe: Twitter

"Brutos", um dos favoritos no Giraffas em Miami: Hamburguer de picanha, ovo frito, queijo, presunto, tomate, alface e bacon. Fotos de Carla Guarilha.

“Picanha with rice, beans and farofa” é o que mais se escuta no primeiro restaurante Giraffas nos Estados Unidos, e a rede de alimentação tem planos de tornar esta combinação tipicamente brasileira em prato preferido dos americanos.

Logo na abertura do negócio, o público era 80% brasileiro e 20% americano ou hispano.  Esta divisão já está hoje próxima de 50-50 e essa é a meta do Giraffas USA.

O Giraffas desembarcou em Miami em meados do ano passado porque viu no momento de crise uma ótima oportunidade.

“Antes só de aluguel estaria gastando o dobro, o que tornaria inviável o risco”, afirma João Barbosa, CEO e presidente do Giraffas USA. “Nós ainda  somos recente nos Estados Unidos, não temos ainda o peso da marca por aqui, então a nossa negociação é complicada”, explicou.  “Agora, quando os Estados Unidos derem uma melhorada, já estaremos com os restaurantes abertos”.

O investimento, até agora, mostrou resultados. A estreante já superou o faturamento previsto, com vendas de US$900 mil.

Mas o modelo de negócios aqui nos EUA é completamente diferente do brasileiro. O Giraffas Brasil é 100% uma franqueadora com sede em Brasília, que presta suporte às franquias e vive de royalties dos estabelecimentos espalhados pelo Brasil – serão 400 até o fim do ano.

Já por aqui,  o primeiro restaurante – aberto na região de North Miami — foi um investimento exclusivo dos sócios para testar o mercado.

Mas, os próximos não serão assim. O Giraffas passou três anos planejando,  captando recursos e criando o Girainvest Brasil, um grupo fechado com pouco mais de 200 investidores e um investimento total de R$35,5 milhões para abrir 34 restaurantes na Florida nos próximos cinco anos.

João Barbosa, CEO e presidente do Giraffas USA

Mas Barbosa tem sonhos ainda mais ambiciosos: “Eu acho que a gente tem o potencial para ser muito maior”, diz o CEO, que desde fevereiro assumiu a direção do Giraffas USA e se muda para Miami definitivamente em julho, com a família.

Ele disse que quando foi abordado para assumir toda a operação de expansão nos Estados Unidos, um mês depois da abertura do primeiro restaurante, ele não hesitou.  “Pedi cinco segundos para pensar no assunto”, brincou.

Tinha acabado de nascer seu terceiro filho e, pronto para uma mudança de vida, ele imediatamente aceitou a proposta.

Nascido em Londres, Barbosa morou e visitou várias cidades do mundo durante seus 41 anos e diz que está muito feliz de poder expor outras culturas para seus filhos agora.

“Eu literalmente aniquilei a carreira diplomática da família”, diz Barbosa, que é filho, neto e bisneto de diplomatas.  “Sei o valor que é você ter chance de morar fora quando é criança e ter oportunidade de conviver com outras culturas e aprender outros idiomas”.

Barbosa acredita que o momento foi perfeito para essa transição e a aposta deu tão certo que já tem recebido muitas chamadas de investidores interessados em abrir uma franquia da rede nos Estados Unidos.

“A gente mal abriu este restaurante e já há grupos querendo se tornar sócios nos Estados Unidos.  Mas está muito cedo”, diz Barbosa.

No momento, a prioridade de investimento está por conta do Girainvest.  Mas no futuro, não se sabe.

“Estamos estudando novos pontos de crescimento nos Estados Unidos, em toda a região de New England, New Jersey, aí podemos ou replicar esse modelo, se for bem na Flórida, ou a gente pode abrir para parceiros locais que tenham recursos”.

Mas isso, em principio, só daqui a cinco anos.

Barbosa na primeira loja do Giraffas USA, em Miami.

Transparência, comprometimento e humildade são os principais ingredientes do segredo de seu sucesso:

“Procuro sempre me cercar de pessoas extremamente competentes.  Eu brinco com todo mundo que as pessoas que eu lidero, no primeiro escalão, elas literalmente tem que saber muito mais do que eu em cada um de seus negócios.  Aí, eu pessoalmente vou crescer, o negocio vai crescer.  Acho que não tenho que ser dono de tudo.  O que eu vou fazer é juntar o pessoal e ter uma visão mais ampla do negocio.  Isso é que sempre usei de filosofia dentro dos meus negócios, e vou procurar buscar aqui também”, diz Barbosa que espera contratar cerca de 1000 funcionários na Flórida nos próximos cinco anos.

FOTOS DE CARLA GUARILHA

Autor: Tags: , , , ,

14 comentários | Comentar

  1. 64 Scheila 25/03/2013 2:06

    Quando vcs irao abrir um girafas em Boston??? Temos muitos brasileiros que adorariam ter um aqui???

  2. 63 roberto fonseca 09/04/2012 13:40

    Very interesting: this kind of “food” belongs to U.S.A and I don´t know why Giraffa´s is trying to sell such a food inside this country which has lots and lots of McDonald´s/Bob´s, etc…. to inflate the american people and other populations all of the world. Please, we must be creative instead of imitate other races.
    RF

  3. 62 Dirk Diggler 09/04/2012 13:12

    Wow! Que bando de invejosos aqui! Vocês precisam arranjar um emprego! Eu vejo um monte de americanos que amam a comida brasileira do Giraffas. Se você é um desses brasileiros que tem baixa estima e não podem esperar para ver o Giraffas falhar, aqui está um artigo para vocês verem: http://burgerbeast.com/2012/02/16/giraffas-north-miami/ Vermes!

  4. 61 fefe 06/04/2012 0:03

    O Girafas em Miami vive às moscas. Os preços são caros e o lugar é péssimo.
    As outras 2 lojas projetadas até hoje não sairam do papel. A crise chegou à cabeça do Girafas e trocaram o comando na América. Por enquanto tá dando zebra e não girafa!

  5. 60 joselito cardoso 05/04/2012 21:14

    A ideia eh boa, mas a comida vem fria e demora no atendimento. Tive em Miami em dezembro/2011 e fui ao Restaurante 2 vezes. O cardapio eh excelente, so pecou na demora do atendimento e a comida chega na sua mesa bem fria. Aproveitem a dica!!!

  6. 59 Marcos Venicio Santos 05/04/2012 18:33

    PARABÉNS GIRAFA’S QUE CHEGOU DE MANCINHO E CONQUISTOU O SEU ESPAÇO COM JEITINHO BRASILEIRO DE SER, E ORIUNDO FORA DO EIXO SÃO PAULO/RIO CONQUISTOU O BRASIL, DEMONSTRANDO QUE HÁ NESTE PAÍS COM DIMENSÕES INTERCONTINENTAIS ESPAÇOS A SEREM EXPLORADOS POR OUTROS EMPRESÁRIOS, QUE COM CETEZA NÃO DEPENDEM DO GOVERNO PARA NADA E NÃO SÃO AMIGOS DO REI É PURA COMPETÊNCIA.
    I LOVE GIRAFA’S

  7. 58 NELSON F. SILVA 05/04/2012 16:05

    Cara, estamos introduzindo multi-nacionais Brasileiras em mercados antes dominados por
    gigantes americanas, chinesas, etc.
    O fato de estarmos com empresas Brasileiras em mercados norte-americano e europeu
    demostra que nossos empresários estão sabendo aproveitar as oportunidades que o nosso
    governo vem dando para diversificar a receita das empresas brasileiras.
    Eu só não estou gostando da carga tributária, principalmente para o micro e pequeno empresário, que estão sendo sugados, com criação de novos tributos, como exemplo, ICMS-ST, que a partir de primeiro de abril passou a onerar em 7,03% os tributos das n.f. e emitidas.
    Eu pessoalmente estou achando que vão acabar com o simples nacional. De outra forma, porque criaram este imposto ICMS-ST?. Será que é para antecipar o repasse para os estados, já que com o simples nacional a parte pertencente aos estados demora uma eternidade para chegar aos cofres dos estados da federação.

    Nelson.

  8. 57 Lairton Flores 05/04/2012 14:00

    Eu, como bom brasiliense por opção, adoro o Giraffas: comida boa, não fica a dever Mc nenhum. E como bom brasileiro, fico mais feliz ainda, “chegou a hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor…” e contra-atacar o imperialismo do Mc’Donalds que há muito suga o Brasil e o mundo.

  9. 56 izaias 05/04/2012 13:28

    SERÁ QUE ATÉ JULHO TEREMOS UM GIRAFFAS EM ORLANDO?! ISSO SERIA ÓTIMO!

  10. 55 Richard 05/04/2012 12:38

    Particulamente não volto mais no Giraffa, toda vez que me atentei em ir sempre me dou mal. A comida vem em quantidade pouquissíma e a carne parace de Brinquedo, sinceramente prefiro comer um HotDog na rua do que ter que decepcionar novamente. Gosto é Gosto, e cada um tem o seu. Abraços !

  11. 54 Gladiston Belem 05/04/2012 11:01

    Mais uma ótima entrevista. E esse sanduíche é yummy, yummy, parece delicioso só pela foto. Vou lá experimentar.

  12. 53 gustavo henrique abdalla farah 05/04/2012 10:49

    acredito na promissão do girafas ,
    aqui em bh no diamond tem um fast girafas que é funcional e rapidinho !

  13. 52 Celso 05/04/2012 10:48

    Bom, só não venha pedir abrigo aqui dinovo quando algum furacão ou ato terrorista devastar sua vida la heinn, abandona o País para fazer receitas fora, depois na hora do aperto vem buscar abrigo.

  14. 51 george 05/04/2012 10:29

    Parabéns… !!!
    Chegou devagar e já ocupa seu lugar !!! Pena que tive de me mudar do Rio para a região dos lagos, e já solicitei a abertura de lojas aqui… eu particularmente adoro o sabor dos seus pratos.. e quando associado ao preço não tem como igualar …não se esqueçam aqui vcs terão uma otima clientela graças ás caracteristicas de sua Fast Food!!

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.