Publicidade

terça-feira, 12 de março de 2013 Hotel, Miami, Turismo, Viagem | 11:25

Direto de Miami exclusivo: Conheça os bastidores do único hotel “5” estrelas das praias de Miami.

Compartilhe: Twitter

Por Chris Delboni | Coluna Direto de Miami (http://diretodemiami.ig.com.br)
Fotos de Carla Guarilha

Elegância com tranquilidade é o lema do Acqualina. Foto de Carla Guarilha.

O Acqualina Resort and Spa on The Beach é um dos favoritos dos brasileiros em Miami.  E não é pra menos.

Tem até arroz e feijão para as crianças que preferirem uma comidinha mais caseira.

Basta pedir.

Na verdade, qualquer coisa no Acqualina, basta pedir e terá alguém a disposição, e um enorme sorriso, para atender.

Na geladeira de todos os quartos tem desde sorvete e leitinho para as crianças até champagne Veuve Clicquot, meia garrafa ou inteira. Foto de Carla Guarilha.

E foi justamente esse serviço especial e personalizado que deu ao Acqualina este ano “5” estrelas, o tradicional e respeitado prêmio “Forbes Travel Guide Five-Star Award”.

Desde que abriu em 2006, o Acqualina já ganhou vários prêmios, e é reconhecido por seu padrão de qualidade pelo grupo The Leading Hotels of the World, mas foi a primeira vez que recebeu o “Prêmio Nobel” no ramo de hotelaria.

O prêmio foi entregue para apenas 76 hotéis no mundo, e Acqualina é o único na região das praias em Miami.

“Cinco estrelas é difícil de conquistar e difícil de manter”, diz Bertha Vargas Guerrero, diretora de marketing do Acqualina.  “Mas se você trabalha duro, você vai longe”.

E toda a equipe do hotel vai longe para satisfazer o cliente.

Karine Barthelemy, curitibana, é gerente de relações com o cliente.  Ela cuida de todos os detalhes, exigências e preferencias dos hóspedes.  Entre suas qualificações, o fato de ser brasileira pesou muito na hora de contrata-la.  Os brasileiros estão entre os três mais frequentes do hotel, e Karine está lá para atende-los.

“Os brasileiros são muito fáceis de lidar”, diz ela, sorridente.  “Se o serviço está bom e a comida, está tudo bem”.

E para ter certeza de que está tudo bem, ela está sempre atenta – do arroz e feijão para as crianças que quiserem até o pãozinho francês fresquinho da padaria.

A brasileira atende às vezes 15 famílias conterrâneas em uma semana.  Costumam passar de 10 a 20 dias no hotel.

Karine no bar principal do hotel. Foto de Carla Guarilha.

“Toda vez que tem brasileiros, eles se sentem como se estivessem em casa”, diz Karine, que conhece todos os seus hospedes pelo nome e gostos.

E esse é o segredo do sucesso do Acqualina, um hotel imponente, com 51 andares – mas que dá a sensação de aconchego e intimidade.  Dividido em três torres, as duas laterais são residenciais, e a do  meio até o 28º andar é hotel, com as duas únicas suítes de três quartos em andares superiores.

Cada andar tem apenas quatro quartos, dois à direita e dois à esquerda do elevador, que já dá na porta, como em qualquer edifício de luxo.  Não tem enormes corredores para caminhar depois que sai do elevador.  E cada lado pode se transformar em uma suíte de dois quartos.  Basta fechar uma porta e abrir outra, o que é ideal para famílias com criança ou duas famílias viajando juntas.

O quarto mais simples do hotel. Foto de Carla Guarilha.

O hotel tem 98 acomodações, que vão de um quarto à uma suíte de três quartos.  Os valores também variam de US$375 até mais de US$3 mil a diária.

Entre as muitas amenidades, o Acqualina tem um spa também premiado, o ESPA, com 16 salas de tratamento, e três piscinas, todas com vista para a praia: “Beach Club”, “Recreational” e “Tranquility”.

O “lounge”, praticamente na praia, onde fica um dos três restaurantes, é famoso pelo gramado que não afunda, o que facilita o uso de salto alto e reforça o lema do hotel: elegância com tranquilidade.

Os casamentos feitos nesse espaço são deslumbrantes, diz Karine, que teve a chance de observar um recente, de brasileiros, para 200 pessoas.

Restaurante Costa Grill é perfeito para um drink no fim do dia. Só senta se for hóspede ou sócio do Beach Club. Foto de Carla Guarilha.

O restaurante Costa Grill é praticamente pé na areia, e o único do hotel que só é permitido para hóspedes ou membros do Beach Club.  Precisa “carteirinha” para sentar, como em qualquer restaurante de clube.

O Piazzetta, mais informal, e o Il Mulino New York, elegante e badalado, são abertos ao publico em geral, e recebem frequentemente residentes da cidade e turistas que não estão hospedados no hotel, muitos deles brasileiros, que hoje representam o maior numero de turistas internacionais no Sul da Flórida.

Il Mulino New York. Foto de Carla Guarilha.

Mas mesmo sem a exclusividade do Costa Grill, o padrão de qualidade é o mesmo para esses dois restaurantes e todos os setores do Acqualina: bom serviço e sorriso no rosto.

Todos os funcionários do hotel passam por um treinamento intensivo para conhecerem todos os cantos do resort, inclusive dormem duas noites com tudo pago, e o incentivo de usufruírem ao máximo de todas as amenidades.

Karine, que hoje cuida do bom atendimento dos hospedes, passou suas diárias no hotel com o marido.

“Aqui, todo mundo é VIP”, diz ela, sorrindo.

Bentley e Rolls Royce são os mais comuns no estacionamento do Acqualina. Foto de Carla Guarilha.

Acqualina
17875 Collins Avenue, Sunny Isles Beach, FL 33160
(305) 918 8000 (geral), (877) 312 9742 (reserva dentro dos EUA), (786) 522 3527 (reserva internacional)
http://acqualinaresort.com

Autor: Tags: , , , , , , ,

14 comentários | Comentar

  1. 64 Alexandre 12/03/2013 12:43

    SIMPLESMENTE LINDO E ESPETACULAR. DIGNO DE 05 *****

  2. 63 pereira 12/03/2013 15:27

    Ao invés de ir para Praia Grande-sp, vou pra lá no próximo feriadão, não deve ter congestionamento.

  3. 62 jackie 12/03/2013 17:04

    Fantastico, merecido as 5 estrelas!!!

  4. 61 Marcel 12/03/2013 17:17

    Isso é realmente um hotel 5 Estrela. Só Faltou mostrar os barcos do Hotel, pois estar frente ao mar isso não poderá faltar.

  5. 60 Adenir Santos 12/03/2013 17:29

    Gostaria de ganhar uma estadia neste hotel para comemorar 27 anos de casado.

    Obrigado,

    Adenir Santos
    31-9972-1021

  6. 59 dj 12/03/2013 17:34

    prefiro MG

  7. 58 joão canieto neto 12/03/2013 18:16

    Isto é só o começo de Miami. Estive lá em janeiro passado e posso afirmar que tudo por alí é magnífico. Miami é simplesmente deslumbrante. Procurem conhecer também, Palm Beach e Fort Lauderdale, Tudo isso sem dizer que o preço das coisa, por lá, é muito menor do que aqui. Só como exemplo, uma lagosta enorme, servida em um ótimo restaurante a beira mar, custa em torno de R$ 100,00. Vc ainda prefere passear pelo Brasil ?????

  8. 57 12/03/2013 20:07

    Bentley e Rolls no parking! Esse hotel não é prá eu, não!

  9. 56 Paula Lemes 12/03/2013 21:49

    Lembra que esses carros de luxo não são de clientes e sim do Hotel, que fornece um serviço de concierge para levar, buscar para seus clientes. Os clientes que ficam no hotel, vem para descansar e não dirigir. O serviço é maravilhoso e o ambiente bem agradavel para quem gosto do estilo clássico.

  10. 55 Dermeval Pimentel da Silva 13/03/2013 0:39

    antes de morre vou conhecer Miami,simplesmente encantadora.
    Dermeval Silva

  11. 54 Roberto 13/03/2013 0:46

    Prefiro o Letícia Hotel, lá de Bom Despacho.

  12. 53 Roberto 13/03/2013 0:50

    Já disse que prefiro o Letícia Hotel, lá de Bom Despacho.

  13. 52 Tomas 13/03/2013 1:01

    Esse hotel não fica em Miami South Beach, que é a parte mais agitada e famosa de Miami, que é melhor para solteiros e grupos baladeiros. Em South Beach o trânsito pode ficar infernal nos finais de semana também. Esse hotel fica acima de North Beach, então seria mais indicado para pessoas que querem tranquilidade e para famílias. No caso dos brasileiros, acho que esse hotel realmente seria a melhor opção para quem pode pagar, pois eu observo que brasileiros raramente interagem com outras nacionalidades, vão passear e só conversam entre eles. Para mim não é o ideal, pois eu gosto de interagir, viajar sozinho e falo inglês fluente, então só vou pra Miami quando viajo com amigos, sozinho não vou pra Miami nem que me paguem.

  14. 51 Roberto 31/08/2013 6:08

    Se a grana estiver curta tem o days inn.

Os comentários do texto estão encerrados.