Publicidade

Arquivo da Categoria Beleza

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013 Beleza, Direto de Miami, Entrevistas, Miami, Sem categoria, Shopping | 10:18

Sonho de designer brasileiro em Miami é vender sua marca exclusiva para Sônia Braga e Ivete Sangalo.

Compartilhe: Twitter

Por Chris Delboni | Coluna Direto de Miami (http://diretodemiami.ig.com.br)
Fotos de Carla Guarilha

Eduardo nasceu em Santos, filho de pai alemão e mãe espanhola.

Seus pais se conheceram numa viagem na Itália, se casaram em Roma e se mudaram para o Brasil no final da década de quarenta.

Seu pai, joalheiro, queria estar próximo de um porto e achou Santos a melhor opção. Com simpatia e bom atendimento, logo foi conquistando uma clientela de luxo, de turistas estrangeiros que chegavam de navio ao Brasil.

Comerciante visionário, no fim dos anos 60, ele começou a ver que o turismo estava mudando com o aumento do tráfego aéreo e partiu em busca de novos horizontes. Em 1969, a família se mudou para Porto-Rico e continuou o sucesso no ramo de joias.

Mas essa não era a praia de Eduardo, que procurava uma jornada profissional independente dos negócios da família.

“Eu não sabia o que iria fazer.  Não queria trabalhar com o meu pai, me dava bem com ele, mas não queria trabalhar com a família”, diz.  “Queria encontrar o meu caminho na vida.  Tinha que buscar o meu futuro”.

Eduardo no escritório da "Edward Beiner" em South Miami, onde fica sua primeira loja, desde 1981. Foto de Carla Guarilha.

E assim, jovem e “hippie” com cabelos longos, típico dos anos 60 e 70, resolveu estudar no Canadá.  Logo que chegou, conseguiu um trabalho de vendedor numa ótica.  E essa foi sua largada.

Em 1980, pediu transferência para Miami e, no ano seguinte, abriu sua primeira loja na Sunset Drive, que existe até hoje.

Só que  agora, aos 57 anos e com nova identidade norte-americana, Edward Beiner, se tornou um grande designer de óculos de luxo e uma das maiores coleções na Flórida, com 11 lojas espalhadas pelo estado e planos de expansão.

Sua marca, vista em rostos famosos como dos jogadores LeBron James, Dwyane Wade ou Alicia Keys, virou sinônimo de bom gosto e qualidade.

Mas, diz Edward, só estará realizado quando vir seus óculos nos olhos de mais brasileiros.

“Sonho vendê-los para Sônia Braga e Ivete Sangalo”, brinca.

Na loja da Sunset Drive, Edward conta com orgulho que faz questão de tratar os clientes com o "carinho brasileiro". Foto de Carla Guarilha.

Eduardo diz que quando chegou em Miami e falava que era do Brasil, sempre ouvia: “Ah, Buenos Aires”.  Ninguém conhecia o país, diz, lembrando dos tempos que brasileiros só vinham para comprar eletrônicos nas lojas do centro da cidade.

Não era seu público.

Com a mesma atenção com os clientes que aprendeu com seu pai, ele foi conquistando um mercado de luxo  – mas, tipicamente americano e europeu.

Mas hoje tudo mudou, diz Edward, que tem uma de suas lojas no shopping Aventura, um dos favoritos dos brasileiros e onde o português está virando o primeiro idioma, depois do espanhol.  O inglês amarra a terceira colocação.

“O que o brasileiro traz para a economia de Miami é uma coisa incrível”, diz, orgulhoso.  “O brasileiro está levantando Miami”.

Edward diz que sua trajetória aqui não foi fácil.  Batalhou muito para chegar onde está.

“Os Estados Unidos não perdoam”, diz com humildade, o santista que lutou para criar um nome reconhecido pela qualidade mas que lhe deixou sem identidade.

Foto de Carla Guarilha.

Eduardo conta que se realiza cada vez que escuta um brasileiro falando português em sua loja, mesmo sem saber que Edward Beiner é mais brasileiro do que qualquer João ou Maria.

“Já falei para minha esposa que quero morrer Eduardo, não Edward”, brinca.  “Eu nasci Eduardo e quero morrer Eduardo”.

Já se está nos planos uma loja no Brasil, o designer prefere não antecipar nada.

Só diz: “Eu gosto da Rua Oscar Freire”, em São Paulo.  “É uma rua muito interessante”.

Quem sabe logo o brasileiro não vai mais precisar vir a Miami para comprar um par de óculos Edward Beiner.

No vídeo, Eduardo “Edward” Beiner conta o segredo do seu sucesso.

Grande designer da marca Edward Beiner conta aqui o segredo do seu sucesso. from Chris Delboni on Vimeo.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 15 de janeiro de 2013 Alimentação, Beleza, Direto de Miami, Saude | 10:19

Curitibana em Miami ensina mulheres no Brasil como ficar em forma para o Carnaval

Compartilhe: Twitter

Por Chris Delboni | Coluna Direto de Miami (http://diretodemiami.ig.com.br)
Fotos de Carla Guarilha

A curitibana Bárbara Trevizan chegou em Miami com 22 anos e 80 kg.

Sete anos depois, ela hoje pesa 58 kg e ganhou mais um sobrenome, Eckonen, do marido, fisiculturista com corpo perfeito e um dos sócios de uma grande academia em Pompano Beach.

“Mudei meu estilo de vida.  Sou outra pessoa”, diz Bárbara, que no Brasil não fazia nenhum exercício físico.

Bárbara Trevizan Eckonen, hoje "personal trainer", na sua academia. Foto de Carla Guarilha.

Ela cursava faculdade de física e dava aulas particulares.

“Eu era bastante sedentária e estudava muito”, conta.  “Eu adorava, só que o estilo de vida era completamente diferente do que eu tenho agora”.

Hoje, depois de sua “transformação”, ela tem como objetivo ajudar outras mulheres no Brasil a entrar em forma.

Para isso, Bárbara lançou o blog Fitnistas há um ano, e agora faz periodicamente 30 dias de treinamento virtual: o “Projeto Fitnistas”.

O próximo começa hoje.

Por um mês, ela vai postar vídeos diários de receitas saudáveis, 40 minutos de exercício e outras dicas.  A meta é ficar em forma para o Carnaval.

Bárbara treinando com Troy Eckonen, seu marido e mentor, parceiro de academia e de vida. Foto de Carla Guarilha.

Bárbara hoje atende de 30 a 40 clientes fixos todo mês na academia e ajuda mais de 2 mil mulheres que acompanham os exercícios e dieta diariamente durante o Projeto Fitnistas.

Ela diz que seu maior prazer é ver o resultado e o impacto na vida de suas alunas virtuais, desde grávidas às mais idosas.

“Uma aluna mandou a foto dela treinando com sua avó, fazendo exercício de agachamento, e a vovó com roupa de fitness e meia alta, coisa mais linda”, conta.  “Morro de orgulho, fico muito feliz”.

Bárbara diz que o mais importante numa transformação é disciplina alimentar.

“Pode treinar todos os dias, mas se for para casa e comer errado, não vai ter resultado.  Tem que ter a dedicação fora da academia”.

Bárbara hoje faz 45 minutos de exercício seis dias na semana e mantém uma alimentação saudável.

Hoje é fácil, diz ela.  “Eu amo tudo que eu como”.

Bárbara faz 45 minutos de exercício na academia diariamente. Foto de Carla Guarilha.

Mas nem sempre foi assim.

Logo que chegou na casa do atual marido, teve que aprender a conviver com uma comida sem o tempero que estava acostumada.

“Liguei para minha mãe e falei, ‘ele não tem nem sal nem açúcar na casa, o que eu faço’”?

Bárbara brinca que foi criada a base de “frango com polenta”.  Sua família, de origem italiana, é dona de restaurantes no bairro de Santa Felicidade, em Curitiba.

Ela nunca se interessou pelo ramo culinário, até conhecer Troy Eckonen.

Americano, de Ohio, Troy foi, por muitos anos, chef de cozinha do Morton’s, tradicional steak house nos Estados Unidos, antes de comprar sua primeira academia na Flórida.

Ele começou a frequentar e foi se interessando cada vez mais por exercícios físicos, assim aperfeiçoando sua musculatura e concorrendo em competições de fisiculturismo.

Aos 39 anos, e ainda solteiro, ele conheceu a Bárbara, gordinha na época, e se encantou pelo seu jeito carinhoso — e brasileiro — de ser.  Ela havia trancado a matrícula na faculdade e estava passando seis meses com uma tia aqui.

Bárbara e Troy, na academia. Foto de Carla Guarilha.

A historia deles parece um filme romântico de Hollywood.

Bárbara procurava uma padaria, que ficava em frente a academia do Troy, quando ele a viu – e a descobriu.  Como ela não falava inglês, ele correu dentro da academia e pediu que um brasileiro saísse para ajudar na tradução.  Convidou-a para frequentar sua academia.  Ela disse que não tinha interesse, mas se tivesse trabalho, ficaria.  Pouco tempo depois, ele ligou e disse que precisava de uma recepcionista.  Mesmo sem falar inglês, ele a contratou, e aos poucos, foi treinando-a no trabalho e cativando seu interesse na forma física — e mais tarde, por ele.

Um tempo depois, sua tia resolveu voltar para Curitiba e ele tinha um quarto vazio em sua casa.  Ainda só como amigos, ela se mudou para lá.

E foi na casa de Troy que começou de fato sua transformação completa – física, mental e espiritual – e radical.  Por falta de opção, ela trocou o sal por ervas na comida, o arroz branco pelo integral e cortou o açúcar completamente.

Recém chegada do Brasil, como não tinha amigos ainda na Flórida, ela ficava lendo seus livros de física no quarto quando Troy batia na porta para convidá-la para jantar fora ou ir andar de bicicleta.

Isso durou um tempo até que a amizade virou namoro e casamento.

“Eu sempre falo que ele é meu anjo e ele fala que sou o anjo dele.  E não foi nada planejado, totalmente destino”, diz hoje a “personal trainer” que nunca deixou de estudar.

“Continuo estudando aqui, mas não mais física.  Hoje é educação física”, brinca.  “O blog começou justamente para traduzir tudo que eu aprendo aqui, tudo que eu faço”.

Para participar do Projeto Fitnistas, visite o site: Fitnistas.com.

No vídeo, Barbara revela o segredo de sua transformação.

Projeto Fitnistas começou hoje: Como ficar em forma para o Carnaval. from Chris Delboni on Vimeo.

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 11 de setembro de 2012 Beleza, Direto de Miami, Miami | 10:01

Filha de brasileira pode ser escolhida jovem mais bonita da Flórida

Compartilhe: Twitter

Por Chris Delboni | Coluna Direto de Miami (http://diretodemiami.ig.com.br)
Fotos de Carla Guarilha

Com três anos. Cortesia: álbum de família.

Sofia Milanesi começou a carreira de modelo com pouco mais de 2 anos.   Filha de pai italiano e mãe brasileira, tinha se mudado para Miami, onde surgiu a oportunidade e logo começou a trabalhar com uma das maiores agências de modelo infantil, a World of Kids, em South Beach.

“Trabalhava umas quatro vezes por semana”, conta Sofia, hoje com 15 anos.  “Eu gostava muito”.

Seu trabalho mais importante foi uma foto da marca italiana Lorena’O, que fez para a Vogue Bambini, quando tinha 8 anos.  Foi a primeira vez que saiu numa revista de moda.  Até então fazia fotos para catálogos de lojas de departamentos, como a Sears.

Vários trabalhos. Cortesia.

“Estava um pouco nervosa porque era o maior trabalho que iria fazer”, diz ela.  “Mas vi que o fotógrafo era italiano e comecei a falar italiano com ele.  Acho que deixei uma impressão muito boa”. O teste foi um sucesso e Sofia conseguiu o trabalho.

Mas com 11 anos, a família se mudou para Nova York, e lá, Sofia não teve a mesma sorte. Com a chegada da adolescência, o mercado exigia pelo menos 1,72 m, que ela não tem.

“Fiquei muito triste e não desisti por completo de ser modelo”, diz.  “Mas regras são regras”.

Assim Sofia começou a fazer cursos de interpretação.   Fez aula no HBO Studios, participou de um filme curta metragem e de um comercial da Burlington Coat Factory, uma grande loja nos Estados Unidos.

“Se for muito famosa como atriz, vão me chamar para fazer alguns trabalhos de modelo, mesmo se não tiver altura”, diz a adolescente, que voltou para Miami no ano passado.

Ela mora com a mãe, Michele Bolgen, separada do pai de Sofia, e seus três meio-irmãos, de 7, 6 e 2 anos, filhos do atual casamento da mãe.

Aqui, ela começou a se interessar por concursos de beleza.

Orgulhosa da faixa de Miss Bal Harbour. Foto de Carla Guarilha.

“Comecei a ver concursos de beleza na internet, estudei e pensei: acho que consigo fazer isso”, conta, entusiasmada, a Miss Bal Harbour Teen USA, um título que conquistou no início do ano.  “Estava me sentindo bem, com muita confiança no dia”.

Sofia agora concorre, dias 19 a 21 de outubro, ao título estadual, de Miss Florida Teen USA para 2013.

Ela está sendo preparada por especialistas no concurso de Miss Teen. O treinamento vai desde o vestido e postura até a importante entrevista de três minutos com o júri.

“Meu maior desafio é deixar a melhor impressão”, diz ela.   “Quero mostrar minha personalidade.  Eu tenho um coração bem grande – espero que eles consigam ver isso”.

Sofia com sua gata, Catniss, de 8 meses. Foto de Carla Guarilha.

Sofia diz que o que mais teme são os temas políticos, mas está se preparando também.  “Estou lendo o jornal todo dia”.

Desde pequena, Sofia gosta de ler e estudar, e hoje fala fluentemente quatro idiomas: português, inglês, espanhol e italiano.

“Eu sempre coloco os estudos na frente”, diz a jovem, que só tira notas altas.

“No concurso de beleza não buscam só beleza”, diz ela.  “A entrevista é a coisa mais importante.  Você tem que ser inteligente.  Tem uma menina que está concorrendo – tem 16 anos e está na universidade – tem que ser inteligente, não só bonita”.

Com sua mãe, Michele Bolgen. "Uma coisa que minha mãe sempre me falou e nunca escutei é escolher bem meus amigos", diz Sofia. "Nem sempre fiz amizades boas – e agora que me mudei para cá vejo que meus amigos em Nova York se meteram em coisas horríveis. Penso, nossa, poderia ser eu". Foto de Carla Guarilha.

Sofia espera conseguir cursar grandes universidades, como Harvard ou Yale, quando se formar no colegial, em 2015.  Ainda não sabe se quer fazer engenharia ou marketing.

Ela afirma que como sua família tem condições de pagar sua universidade, se ela ganhar o concurso, quer doar um dos prêmios – US$40 mil em bolsa de estudos na Nova University, uma faculdade na Flórida – para uma menina que não tenha condições financeiras de arcar com os estudos.

“Vou ver se consigo doar para uma pessoa que realmente quer estudar mas não tem dinheiro”, diz Sofia.

Mas enquanto isso, ela está estudando numa escola especial, Miami Arts Charter School, onde tem duas horas diárias de aula de interpretação.

E assim, Sofia segue em frente, em busca do sucesso e da felicidade, que para ela é a mesma coisa.  “Sucesso é ser feliz”, diz.  “O segredo é ser persistente em tudo que você faz.  Não pode deixar passar as oportunidades. Tem que ir atrás”.

Sofia fez questão de posar na frente do quadro dos irmãos, na sala de sua casa. "Felicidade também é estar bem com a família", diz a jovem Miss Bal Harbour Teen. Foto de Carla Guarilha.

Autor: Tags: , , , , ,